12 Horas de Sono

Enfim chega ao fim

Posted on: 01/05/2009

O título pode até parecer algo bom, mas não é. Enfim chegou ao fim o sufoco que estava presente nos corações de muitos leitores de quadrinhos brasileiros. Infelizmente o fim desse sufoco não pesou para o lado positivo, e mais uma vez fomos esquecidos por uma editora no país.

A Pixel Media, editora que tinha os direitos de publicação dos títulos de quadrinhos do selo Vertigo e WildStorm no Brasil, encerraram seu contrato de exclusividade com a DC depois de dois anos – 2007 e 2008 – publicando diversos títulos em um mix mensal. Segundo o porta-voz do grupo Ediouro, do qual a Pixel faz parte, apenas continurão sendo publicados  Spawn e alguns outros especiais.

Desde Janeiro desse ano – 2009 – a editora sofreu uma reformulação. Com isso, os mix mensais não deram mais a cara nas bancas, para o desespero dos fãs. Passou-se Fevereiro, Março e no fim desse mês – Abril – veio a notícia. Daí tiramos a prova que o descaso das editoras com seus leitores não é coisa de nossa cabeça.

Eu até entendo que as vendas não devem ser altas. Esse problema não tem a ver com a crise atual, mas tem a ver com os títulos em si, afinal, o público que conhece tais quadrinhos não é grande como o público que conhece os títulos da Panini. Quem é fiel ao que lê, dificilmente irá deixar de comprar. Acredito que quem começou sua coleção desde 2007 não deixaria de fazê-lo, a não ser que algo definitivamente impossibilitasse isso. Claro que alguns casos devem ter ocorrido, mas realmente acredito que as vendas do início com as vendas atuais não sejam tão diferentes a ponto de parar a publicação.

Nesse cenário atual, nos restam algumas opções de editoras que possam tomar as rédias e nos abraçar. São elas: Panini – que já publica diversas revistas da DC e Marvel -, Devir – que já publicou muitos títulos de ambos selos, Vertigo e WS – e para finalizar, a Conrad – que também já publicou algumas coisas dos selos.

Eu aposto em um contrato sem exclusividade das editoras, pois assim, todas as três podem escolher os títulos que mais lhe agradem, trabalhar com eles e lançá-los sem que o tempo se torne um inimigo, já que muitos deles ainda permanecem inéditos no Brasil. O mais correto é pensar em encadernados. Mas não encadernados mix, como a Pixel fazia, e sim encadernados de apenas um título. E o mais sensato, no caso, é continuar, pelo menos por ora, o que a Pixel não terminou. Só então, depois disso finalizado, começar a pensar em novidades. Claro que alguns especiais ou minisséries ficam fora dessa idéia.

Duas editoras já deram seu parecer, falando sobre seus interesses agora que a Pixel abandonou os títulos. Mas nada foi confirmado ainda.

Panini:

“O que existe até agora são consultas de mercado de histórias em quadrinhos no Brasil pela DC em função do bom relacionamento que a Panini mantém com eles”

Devir:

“Dizer que a Devir não tem interesse pelos títulos da Vertigo/Wildstorm seria mentira. No entanto, as negociações com a DC não têm sido nada fáceis. Por isso, não podemos afirmar nada de concreto por enquanto”

A Conrad preferiu não se posicionar sobre o assunto.

Enfim, acredito que o melhor seria:

Devir:

– Encadernados de Fábulas, seguindo o padrão das publicações anteriores, e mantendo a sequência de onde parou, dando uma continuídade cronológica favorável. Os volumes sendo iguais ao formato encadernado americano.

– Encadernados de Y: O Último Homem, começando do zero, pois a Pixel deu início ao quadrinho em seu mix e antes do encerramento do contrato, já havia sido paralizada a sua piblicação. Os volumes iguais ao formato encadernado americano, também.

Preacher, desde o início em encadernados.

Lúcifer, desde o início em encadernados.

Obs: A Devir é uma editora que trabalha apenas com volumes luxuosos ou maiores, ou seja, prefere publicação de encadernados, sem uma periodicidade definida.

Panini:

DMZ, com publicações mensais (desde o início).

Hellblazer, com publicações mensais (desde o início).

João das Fábulas, com publicaçõe smensais (desde o início).

Conrad:

Os Livros da Magia, conforme já havia publicado (continuando).

Sandman, conforme já havia publicado.

São muitos títulos bons para se rever, e ótimas editoras a se responsabilizarem. Nos resta aguardar para ver como isso irá ficar. Se é que vai ficar…

Por favor, leitores de quadrinhos, opinem sobre isso nos comentários!!! Deveria ser assim ou de outra maneira? COMENTEM!!!

Anúncios

1 Response to "Enfim chega ao fim"

Olá parceiro, estou passando por aqui para avisar que meu blog voltou com os link da semana por causa da grande quantidade de visitas…

Então se quiser deixar seu link. Passe na comunidade

(http://www.orkut.com.br/Main#CommunityEdit.aspx?cmm=55885090)

O GWlinks, rola toda sexta 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antiguidade

Ih, é hoje!

maio 2009
D S T Q Q S S
« abr   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Comentários

[_m-BZ] em Em quem votar?
guxta em Em quem votar?
Malu em Em quem votar?
[_m-BZ] em Em quem votar?
guxta em Diablo III

RSS Twitter/guxta

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Status do Blog

  • 35,179 hits
%d blogueiros gostam disto: