12 Horas de Sono

Yes, we can!

Posted on: 16/11/2008

3-obama-desenho1Então acabou. Ele conseguiu a confiança do povo norte-americano para levar a mudança. Ok, eu sei que já faz mais de uma semana, mas como não comentei sobre esse assunto, aqui vou eu.

Deve ter sido incrível estar em solo norte-americano no momento em que foi confirmada a vitória de Barack Hussein Obama. É algo tão grandioso, tão único e tão histórico que chega a cair pelas beiradas da realidade. É praticamente o acontecimento mundial mais importante da história após o 11/09. Dois extremos bastante desiguais. De um lado o choque de uma nação e do mundo inteiro presenciando o horror que mais parecia filme hollywoodiano. E hoje, a esperança de que tudo tenha um fim.

Obviamente não se pode esperar um milagre. A crise não vai sumir num piscar de olhos e nem será assim tão fácil retirar as tropas do Iraque. Aliás, fácil talvez até seja, mas não esqueçamos que a apuração final dos votos mostrou uma briga de certa forma acirrada. Ainda existem os que são contra essas iniciativas. A população republicana não mede as palavras ao dizerem o que acham de um homem negro estar no comando do país, possuindo um sobrenome que chama a atenção por duas personalidades bastante conhecidas da população norte-americana. Osama Bin Laden (é só trocar o B pelo S) e Saddan Hussein. Se formos parar para pensar bem, parece até piada de mau gosto.

Ainda existe uma outra vertente. Obama, muito antes do início das eleições, falou em um de seus comícios que traria a cabeça de Bin Laden. Isso é forte e nem um pouco menos agressivo que Bush. Se não me engano, a idéia do novo presidente é retirar as tropas do Iraque e focar no ressurgimento das forças terroristas da al Qaeda no Afeganistão.

Eu não sei no que vai dar. Aposto em Obama, pois entre ele e McCain foi meu candidato preferido. Alguns dizem que ele é novo demais, na idade a na vida política e por isso não teria punho firme. Outros dizem que a maioria da população votou nele pelo carisma, o que não é suficiente para comandar um país como os Estados Unidos. Porém, não tem mais volta e a largada já foi dada. Temos quatro anos para ver o presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, agir. Pois uma coisa é certa, a população norte-americana mostrou poder de dizer: Sim, nós podemos. 

Anúncios
Tags:

1 Response to "Yes, we can!"

Nossa, super divertida a caricatura ai dos presidentes… hehe
Gostei do texto sobre essa eleição, e uma coisa que eu nunca tinha reparado era essa semelhança com Sadamm e Osama…
hahahaha
Parece realmente piada de mal gosto, mas não é.
Agora é como tu disse, esperar ele agir! 🙂

Falei que seria presente aqui! ahahah
Bora postar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Antiguidade

Ih, é hoje!

novembro 2008
D S T Q Q S S
    dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Comentários

[_m-BZ] em Em quem votar?
guxta em Em quem votar?
Malu em Em quem votar?
[_m-BZ] em Em quem votar?
guxta em Diablo III

RSS Twitter/guxta

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Status do Blog

  • 35,179 hits
%d blogueiros gostam disto: